Execução não é nada sem Estratégia

Existe uma reação direta entre estratégia e execução, ou pelo menos deveria haver para todos os negócios.


Executar sem estratégia é como remar sem direção. Além de não saber para onde está indo, você sequer pensou em quanto tempo vai dedicar aquilo, ou que objetivo está esperando. Um exemplo simples é investir nas suas redes sociais sem pensar minimamente porque, como, quem, quando, onde, o que, etc. Nesses casos, a única métrica que o empreendedor acaba se preocupando é o número de seguidores, pois é a única coisa que os outros veem, mas provavelmente não o que ele precisa realmente ver. Do outro lado fica o planejamento eterno, o perfeccionismo e, sim, o medo de falhar. Quantas iniciativas incríveis o mundo perde todos os dias pelo medo de errar? Devem ser centenas! O caso clássico é aquela pessoa que tem uma ideia com muito potencial, fica trabalhando naquilo por anos e nunca lança, pois nunca está pronto ou bom o suficiente. Essa é a estratégia sem execução, também totalmente sem frutos e resultados.


O equilíbrio entre estratégia e execução é abraçar a ideia, construir ela de uma forma satisfatória, refletir sobre cenários possíveis e testar ela no mercado. Os feedbacks dos clientes e pessoas importantes para o negócio serão muito mais valiosos do que tudo o que poderíamos pensar sozinhos em uma sala. Ouvir e reajustar também faz parte da estratégia.


Para mais conteúdos sobre Empreendedorismo, Marketing e Redes Sociais acompanhe pelo Instagram e LinkedIn.

Posts Em Destaque
Posts Recentes